A explosão do silêncio

'Lutando pela sobrevivência'
Fotogravura
Tamanho: 41 x 29 cm

Gosto do silêncio. O silêncio me fala. Me fala e muito, ou quase tudo.

A fala do silêncio me faz pensar, imaginar.

O sentimento da fala silenciosa me faz ver, me faz sentir, abre-me para o perceber. Perceber com todo o possível: pelos olhos, pelos ouvidos, pelas narinas, pelas mãos e por tudo o mais, aflorando então do íntimo do ser - poderosamente - o mágico, o sonho, a imaginação.

E é aí, e é assim, quando somos impulsionados (quase obrigados) a nos falar, conseguimos externar das mais variadas formas, usando os mais variados recursos, tudo o que foi produzido por nossa imaginação.

É de uma necessidade enorme, uma verdadeira compulsão, quase uma alucinação. E a essa explosão de sentimentos, damos o nome de intuição artística. É um tempo de verdadeiro tormento, desesperador, que só termina quando a obra de arte é finalmente produzida.


Texto e imagem: José Augusto Silveira

novembro/14
 

0 comentários:

Postar um comentário

 

TRABALHO MAIS RECENTE

TRABALHO MAIS RECENTE

Pintando

EVENTO MAIS RECENTE

TEXTO MAIS RECENTE

O ESPAÇO DA ARTE

Arte não se compra, se aprecia.
Arte não se olha, se apropria.
O tempo da arte é Um, é lento.
O tempo da compra é outro, é veloz.
O templo do consumo é o shopping.
O espaço da arte é o sentimento.

José Augusto Silveira

Fale Com o Artista

Nome

E-mail *

Mensagem *

Postagens populares